Sextas



Clube da Sedução

Sábados



Sylvia Swing

Querido Casal Iniciante seja bem vindo ao site do Clube da Sedução, aqui quem vos fala é o promoter Elias Pontes, leia todo o texto com calma e atenção, pois preparei com muito carinho para vocês. Estarei à disposição dos Casais para ajudar com qualquer tipo de dúvida durante o evento ou pelo whatsapp (21) 99235-0447. Após ler este texto, não deixe de ler as Regras do Swing no Menu Regras.

O Clube da Sedução é um evento realizado todas às Sextas e nas Vésperas de Feriados que caem em dia útil. Os eventos ocorrem na cobertura do Clube Paris Café das 22h às 04h e são exclusivos pra casais e solteiras, ou seja, homem sozinho não entra. Tenha acesso ao valor de entrada no Menu Preço.

Normalmente o Casal Iniciante se sente inseguro de ir num Clube de Swing, ficando bem nervoso e às vezes até desistindo de entrar bem na porta. Isso é comum e bastante natural. No Clube da Sedução vocês encontrarão o lugar ideal para perderem o medo e terem uma visão mais ampla sobre o que acontece num Clube de Swing. O nosso clube é o lugar ideal para o casal que queira realizar suas fantasias e dar uma apimentada no relacionamento. Venha seduzir e ser seduzido no Clube da Sedução.

A primeira coisa que o Casal Iniciante precisa saber é que não será obrigado a participar de nada em nenhum momento, mas poderá assistir a tudo que estiver acontecendo sem ter a obrigação de participar de nada. Lá só participa quem quer, com quem quiser até onde quiser.

Acesse nosso site: Clube da Sedução - Clique aqui

Para mim, este além de "falar de Swing" ser um tema delicioso, é também uma oportunidade única de me dirigir principalmente àqueles casais liberais que ainda não conhecem o swing, mas que acalentam intimamente seus mais ardentes desejos apenas na imaginação, baseados num temor que só se sustenta no preconceito como demonstraremos adiante.

Falando o “português claro”, não são poucos aqueles que imaginam o swing como uma mera sacanagem, pura e simplesmente; uma forma de “suruba” (devem pensar também) aonde ninguém é de ninguém.

Estão redondamente enganados todos os que pensam assim. Muito longe disto; aliás o swing não tem nada a ver com isto. Eu sempre digo às pessoas que swing é uma opção de prazer consciente e consentida, que só satisfaz plenamente àqueles que formam verdadeiramente um casal, sejam eles casados efetivamente, noivos, namorados de algum tempo, ou até amantes constantes e cúmplices entre si. Mas porquê? É o que você deve estar se perguntando e eu vou responder.

Imagine-se numa situação destas que povoam o imaginário (a coisa da sacanagem pura e simples) em que você esteja acompanhado de alguém que não lhe diz nada, que para você não tem valor algum enquanto par de um relacionamento. O que é que você vai usufruir? Apenas tesão e orgasmo, nada além disto. Ora, se este é o seu propósito, saia com uma garota ou um garoto de programa, transe, goze, pague, vire as costas, vá embora e fim de papo. O swing é muito, mas muito mais do que isto.

Acesse nosso site: Sylvia Swing - Clique aqui

Paris Café Swing Club

O Paris Café é o lugar ideal para quem procura o prazer da diversão, com conforto e segurança. Nosso ambiente foi feito pensando em você, que exige sempre as melhores qualidades da vida. Aqui você encontra:

- American Bar
- Privacidade
- Shows de Pole dance

E tudo sempre bem acompanhado...
Nós possuímos uma equipe altamente qualificada e discreta para atender os Clientes e Amigos do Club. Todos os dias da semana os Gerentes, Maitre, Promoters, Recepcionistas, Atendentes, Garçons, Seguranças e Manobristas estão disponíveis para tornar sua visita ainda mais prazerosa. Aqui, dentro desse pequeno universo você é nossa principal prioridade. Entre e relaxe, pois aqui nós cuidamos do resto..

Horário de funcionamento
Sexta: 22h às 04h
Sábado: 22h às 05h
Domingo: Fechado

Paris Café Club

As Fases do Swing



FASE 1 – DESCOBRINDO A CUMPLICIDADE
Um casal de verdade, seja lá de que tipo for, no dia-a-dia da convivência, vai pouco a pouco descobrindo inúmeros prazeres entre si, cada forma de curtir a dois todos os prazeres da sedução, da sensualidade e do sexo, da cumplicidade e da lealdade. Aquela pessoa é seu par, com quem (e ao lado de quem) você decidiu viver todas as formas de amor e plenitude de satisfação. Isto vai estabelecendo entre os dois laços fortes e sólidos.
FASE 2 – ALIMENTANDO AS FANTASIAS
Havendo estes laços, inicia-se a fase das fantasias. Muitos casais começam por alimentar fantasias de todo tipo quando estão se amando e uma das mais comuns é “imaginarem-se” com uma outra ou mais pessoas. É saudável, é gostoso e reforça mais e mais os laços, porque você pode até estar fantasiando uma outra pessoa, mas é ao lado do seu par que você está. Nesta fase vai se “evaporando” todo tipo de insegurança e os dois começam a perceber que são desejados naturalmente por outras pessoas e da mesma forma desejam outras pessoas.
FASE 3 – CURTINDO O VOYEURISMO
Havendo cumplicidade verdadeira e o acalentar de fantasias inicia-se a fase voyeur, no exato momento que você abre os olhos para as pessoas ao seu redor com a cumplicidade e o incentivo de sua cara-metade, pois ambos sabem que não perderão um ao outro; ao contrário, seus momentos de intimidade agora são povoados pelas pequenas situações excitantes do cotidiano. A fase voyeur se expande até o ponto em que ambos descobrem uma excitação enorme diante da possibilidade de “ver” outras pessoas em situações sensuais. Havendo cumplicidade verdadeira e o acalentar de fantasias inicia-se a fase voyeur, no exato momento que você abre os olhos para as pessoas ao seu redor com a cumplicidade e o incentivo de sua cara-metade, pois ambos sabem que não perderão um ao outro; ao contrário, seus momentos de intimidade agora são povoados pelas pequenas situações excitantes do cotidiano. A fase voyeur se expande até o ponto em que ambos descobrem uma excitação enorme diante da possibilidade de “ver” outras pessoas em situações sensuais. É aí que pinta a vontade de conhecer uma casa noturna, digamos… mais liberal, “mas só para ver como é que é”, este é sempre o primeiro trato.
FASE 4 – INDO ÀS NUVENS
Amigos, acreditem, entrar pela primeira vez numa casa noturna para casais liberais resulta numa sensação simplesmente maravilhosa quando se está junto de quem se ama. O seu lado voyeur vai às nuvens, a libido faz você subir pelas paredes. Neste momento vocês ficam ligados apenas no tesão de “ver” os outros casais e voltam para casa se “catando” já no carro; fazem amor pelo resto da madrugada e pelo dia seguinte inteiro. Depois vão conversar e descobrir que gostaram; que ninguém “deu” para outro alguém; que se pode estar junto de pessoas deliciosas sem perder nenhum “pedaço”, seja do corpo como do relacionamento, que se fortalece tal como a uma rocha. Amigos, acreditem, entrar pela primeira vez numa casa noturna para casais liberais resulta numa sensação simplesmente maravilhosa quando se está junto de quem se ama. O seu lado voyeur vai às nuvens, a libido faz você subir pelas paredes. Neste momento vocês ficam ligados apenas no tesão de “ver” os outros casais e voltam para casa se “catando” já no carro; fazem amor pelo resto da madrugada e pelo dia seguinte inteiro. Depois vão conversar e descobrir que gostaram; que ninguém “deu” para outro alguém; que se pode estar junto de pessoas deliciosas sem perder nenhum “pedaço”, seja do corpo como do relacionamento, que se fortalece tal como a uma rocha.
FASE 5 – OS FETICHES DO EXIBICIONISMO
Depois que “descobrem” algumas das muitas possibilidades de prazer e cumplicidade que decorrem desta nova visão mais liberal, os casais iniciantes então voltam pela segunda vez, pela terceira; vão a outras casas do gênero, comparam ambientes, atendimento, segurança, freqüência, etc., até que “pegam gosto” pela coisa e começam a se “produzir” para estes momentos. Roupas mais sedutoras, uma maquiagem mais caprichada, sapatos delicados e sensuais, decotes reveladores, transparências de todo tipo, trajes minúsculos, quem sabe um par de meias sete-oitavos e por aí vai. Eis aí uma nova fase: a do prazer quem vem do exibicionismo. Lembro que desde o início eu é quem incentivava minha amada Tutti, indo com ela a lojas especializadas, ajudando a escolher, estimulando sempre a fêmea que havia dentro dela por se sentir segura ao lado do seu homem. Ahhh que delícia, pois neste momento você descobre um prazer indescritível que vem da excitação em perceber o quão sua cara-metade é desejada (isto vale para ambos) e o prazer passa das nuvens e vai às estrelas brilhar intensamente. Noites intermináveis de amor e prazer, minuto a minuto curtindo cada olhar, cada expressão de desejo, cada provocação, cada elogio sussurrado ao pé do ouvido… muito bom. Depois que “descobrem” algumas das muitas possibilidades de prazer e cumplicidade que decorrem desta nova visão mais liberal, os casais iniciantes então voltam pela segunda vez, pela terceira; vão a outras casas do gênero, comparam ambientes, atendimento, segurança, freqüência, etc., até que “pegam gosto” pela coisa e começam a se “produzir” para estes momentos. Roupas mais sedutoras, uma maquiagem mais caprichada, sapatos delicados e sensuais, decotes reveladores, transparências de todo tipo, trajes minúsculos, quem sabe um par de meias sete-oitavos e por aí vai. Eis aí uma nova fase: a do prazer quem vem do exibicionismo. Lembro que desde o início eu é quem incentivava minha amada Tutti, indo com ela a lojas especializadas, ajudando a escolher, estimulando sempre a fêmea que havia dentro dela por se sentir segura ao lado do seu homem. Ahhh que delícia, pois neste momento você descobre um prazer indescritível que vem da excitação em perceber o quão sua cara-metade é desejada (isto vale para ambos) e o prazer passa das nuvens e vai às estrelas brilhar intensamente. Noites intermináveis de amor e prazer, minuto a minuto curtindo cada olhar, cada expressão de desejo, cada provocação, cada elogio sussurrado ao pé do ouvido… muito bom.
FASE 6 – CONSENTINDO E COMPARTILHANDO
Dá-se quando vocês entram na fase dos toques, carícias e beijos mutuamente consentidos. Sim, é isto mesmo, você tem a opção de dizer “não” e vai ser respeitado(a); insistir nem pensar, é até falta de educação. Nesta nova fase, ambos curtem o prazer incomensurável de tocar e serem tocados por outros casais, num clima maduro de cumplicidade e confiança. As primeiras carícias consentidas, creiam: são inesquecíveis; porquê o seu par está ali ao seu lado, muitas vezes até te incentivando e compartilhando o prazer de ver você tal como ambos imaginavam lá atrás na fase das fantasias. Dá-se quando vocês entram na fase dos toques, carícias e beijos mutuamente consentidos. Sim, é isto mesmo, você tem a opção de dizer “não” e vai ser respeitado(a); insistir nem pensar, é até falta de educação. Nesta nova fase, ambos curtem o prazer incomensurável de tocar e serem tocados por outros casais, num clima maduro de cumplicidade e confiança. As primeiras carícias consentidas, creiam: são inesquecíveis; porquê o seu par está ali ao seu lado, muitas vezes até te incentivando e compartilhando o prazer de ver você tal como ambos imaginavam lá atrás na fase das fantasias.
FASE 7 – CRISES QUE CONSOLIDAM A CUMPLICIDADE
É de se esperar que num momento aqui e outro ali um casal iniciante se veja diante de uma súbita crise de insegurança, temor ou fragilidade. Na verdade, é que às vezes bate aquele “medão” de “perder” a sua cara metade para um outro alguém que “você” tenha achado mais desejável do que você mesmo. É quando o casal “senta para resolver a relação”. Quando se amam e se desejam de verdade e sabem porquê escolheram um ao outro, certamente que descobrem conversando carinhosamente ou até “quebrando o pau” que estes medos não infundados. Então, sempre acabam renovando seus laços de cumplicidade, tornado-os absolutos. Crises? Não se iluda, você vai ter as tuas! Não há um único casal liberal que não tenha passado por isto. É de se esperar que num momento aqui e outro ali um casal iniciante se veja diante de uma súbita crise de insegurança, temor ou fragilidade. Na verdade, é que às vezes bate aquele “medão” de “perder” a sua cara metade para um outro alguém que “você” tenha achado mais desejável do que você mesmo. É quando o casal “senta para resolver a relação”. Quando se amam e se desejam de verdade e sabem porquê escolheram um ao outro, certamente que descobrem conversando carinhosamente ou até “quebrando o pau” que estes medos não infundados. Então, sempre acabam renovando seus laços de cumplicidade, tornado-os absolutos. Crises? Não se iluda, você vai ter as tuas! Não há um único casal liberal que não tenha passado por isto.
FASE 8 – USUFRUINDO CADA UM DOS PRAZERES DA CUMPLICIDADE
Daí por diante, abre-se uma avenida ampla e iluminada, pela qual transitam os desejos de ambos, a cumplicidade plena. Você começa a fazer amigos na noite liberal, saem juntos para outros programas tipo jantar, dançar, viajar, receber e visitar. Tudo debaixo de um código rígido e tácito de mútua cumplicidade e sigilo estrito. Ganham então segurança absoluta e passam a freqüentar com alguma constância as melhores casas do gênero, aonde esperam ser “sempre” muito bem recebidos, respeitados e atendidos, além de poderem se sentir seguros e satisfeitos de estar lá. Mas, mais do que isto: descobrem que merecem ter sempre o melhor, nada menos que isto. É quando seu nível de exigência já se refinou a ponto de, naturalmente, passarem a selecionar criteriosamente os lugares que vão freqüentar mais assiduamente, não aceitando nada menos que um clube fechado idealizado pelo espaço intimista do Casablanca, para sua diversão, lazer, prazer e satisfação absoluta. Daí por diante, abre-se uma avenida ampla e iluminada, pela qual transitam os desejos de ambos, a cumplicidade plena. Você começa a fazer amigos na noite liberal, saem juntos para outros programas tipo jantar, dançar, viajar, receber e visitar. Tudo debaixo de um código rígido e tácito de mútua cumplicidade e sigilo estrito. Ganham então segurança absoluta e passam a freqüentar com alguma constância as melhores casas do gênero, aonde esperam ser “sempre” muito bem recebidos, respeitados e atendidos, além de poderem se sentir seguros e satisfeitos de estar lá. Mas, mais do que isto: descobrem que merecem ter sempre o melhor, nada menos que isto. É quando seu nível de exigência já se refinou a ponto de, naturalmente, passarem a selecionar criteriosamente os lugares que vão freqüentar mais assiduamente, não aceitando nada menos que um clube fechado idealizado pelo espaço intimista do Casablanca, para sua diversão, lazer, prazer e satisfação absoluta.

O Ambiente



Pista de dança

Boate com pista de dança e muita música de todos os ritmos rolando sem parar.

Pole Dance

Temos Queijo com Pole Dance para dar uma animada nos casais.

American Bar

Bar no estilo americano com as mais diversas bebidas e drink's.

Área para fumantes

Você fuma? Aqui não temos problemas, pode ficar à vontade em nossa área exclusiva.

Piscina

Que tal se refrescar um pouco para renovar as energias?

Darkroom

Nada melhor que ficar totalmente no escuro, o que você acha?

Suite com 2 camas

Aqui tem espaço de sobra pra vocês, venham se divertir e ficar à vontade.

Estacionamento interno

Fique tranquilo porque seu carro estará protegido e não ficará exposto.
 

Serviço de manobrista

Não precisa se preocupar em estacionar o carro, vai se divertir que cuidamos disso pra você.

Guarda volumes

Não fique preocupado com seus objetos, deixamos tudo em segurança em nosso guarda volumes.

Galeria



fundo parallax

Contato Paris Café

Siga o Paris Café nas redes sociais!

Paris Café Swing

 

Paris Café Club © 2016 - Direitos reservados.